Projetos 2013

Projetos:

TheDarkSideOfTheMedia_RichardGrussin

Sob os auspícios da Fapesp, o programa de pós-graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD/PUC-SP) receberá o pesquisador Richard Grusin em agosto de 2013. Grusin estará colaborando com o grupo de pesquisa Sociotramas, coordenado por Lucia Santaella, e dará uma aula magna aberta ao público com o seguinte tema: “O lado escuro das mídias digitais”.

Esta aula acontecerá em 13 de agosto de 2013, das 15h às 17h, na PUC-SP — Campus Consolação, Rua Caio Prado, 102 (no auditório do 1º andar). A audiência desta aula será composta por estudantes e professores de graduação e pós-graduação, interessados nos estudos das mídias digitais e suas consequências socioculturais.

O pesquisador convidado também ministrará seminários, tendo a Prof. Dra. Lúcia Santaella e o Sociotramas como colaboradores. Este seminário acontecerá em agosto de 2013.

Richard Grusin recebeu seu PhD em 1983, na Universidade de Califórnia-Berkeley. É autor de numerosos artigos em periódicos científicos e dos livros: Transcendentalist Hermeneutics: Institutional Authority and the Higher Criticism of the Bible (Duke, 1991); com Jay David Bolter, Remediation: Understanding New Media (MIT, 1999); Culture, Technology, and the Creation of America’s National Parks (Cambridge, 2004); e Premediation: Affect and Mediality After 9/11 (Palgrave, 2010).
Cartaz Aula Magna Richard Grusin

Cartaz Aula Magna Richard Grusin

PALESTRA COM OLIVER LERONE SCHULTZ: 
“Vídeo expandido e modos de projeção: refigurações do vídeo na era pós-midiática”
Palestra Vídeo Expandido com Oliver Schultz

Palestra Vídeo Expandido com Oliver Schultz

O TIDD e o Sociotramas convidam a todos para a palestra  “Vídeo expandido e modos de projeção: refigurações do vídeo na era pós-midiática”, com o pesquisador Oliver Lerone Schultz, do Centre for Digital Culture (Leuphana University).
A Palestra:
O contexto pós-midiático gerou uma dispersão do fenômeno do vídeo por diversos campos, formatos e funções. O vídeo reconfigurou a esfera midiática introduzindo novas relações espaço-temporais, novos horizontes coletivos, novos posicionamentos sociais e sua linguagem revelou-se como um importante lubrificante no fenômeno da globalização.

“Vídeo Vernacular” e “Vídeo Vortex” são designações correntes que indicam esta importância do vídeo. Há também teóricos que falam da “vida interior das esferas do vídeo” (Treske), do “carnaval das novas telas” (Stiegler) e, ainda, de um “modo cinemático de produção” (Beller).

Buscando razões para a prevalência do vídeo como formato central e pluriformal do atual complexo sistema sociocultural, esta apresentação tratará dos “modos de projeção” atuais e de possíveis sentidos e potencialidades para uso do vídeo como instrumento contemporâneo de linguagem.

O Palestrante:
Oliver Lerone Schultz é pesquisador do Centre for Digital Cultures (CDC), na Leuphana Universität Lüneburg, trabalha no “Moving Image Lab” e no “Common Media Lab” (CML), onde é também um dos curadores e coordenadores do “Post-Media Lab” — em colaboração com a revista inglesa MUTE e com o festival transmediale/reSource de Berlim. Estudou filosofia, história da ciência, ciências cognitivas e etnologia. Desenvolveu pesquisas sobre teoria das mídias, Vídeo Expandido e Imagecultures, as quais geraram publicações sobre McLuhan, “Augmented Embodiment” e “IMAGE MATCH — Visual transfer, ‘imagesacapes’ and intervisuality in global image cultures” na Alemanha.

OliverCartazFINAL2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s