Lucia Santaella

A ubiquidade da vida online

Há alguns anos, sob o nome de instantâneos voláteis, coloquei em discussão as transformações que as câmeras digitais, especialmente nos smartphones, trouxeram para os vários aspectos do universo fotográfico. Com a facilitação da portabilidade e do uso dessas câmeras, no trânsito veloz entre o instante e sua captura, dissolveu-se a distinção ontológica, antes muito nítida, entre a vida que passa e a foto que paralisa o fluxo. Ao contrário, são tantos os instantâneos, ao sabor de cliques repetitivos, que as fotos passaram a acompanhar o fluxo temporal da vida, no mesmo ritmo em que o instante transcorre. O lapso, o hiato temporal que separava o objeto fotografado da própria foto tornou-se extremamente tênue. Em vez de um duplo, devidamente separado, estático, eternizador de um instante que se foi para sempre, as fotos imiscuíram-se na continuidade, na vertente da vida que vai passando. O instantâneo é ainda rastro, mas um rastro capaz de acompanhar, quase sem defasagem, o mesmo movimento da matéria evanescente do instante que o presente engole para devolvê-lo como passado. Ora, aquilo que, há alguns anos, pertencia apenas ao registro da imagem, hoje, com a explosão das redes sociais e com a possibilidade de sua atualização a partir de dispositivos móveis, a qualquer hora, em qualquer lugar, é a diferença ontológica entre o transcorrer da vida e o seu registro que também se dissolve. Viver e registrar o vivido sobrepõem-se temporalmente. Não há mais separação entre viver e narrar a vida enquanto ela passa. Este artigo visa colocar em discussão essa nova forma de ubiquidade que resulta da vida online.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s