Mariane Cara e Maria Collier de Mendonça

Imagens mutáveis: diluições fronteiriças entre o real-imaginário-simbólico nas postagens de adolescentes.

A adolescência caracteriza-se por descobertas e experiências intensas. Com a expansão das tecnologias móveis e das redes sociais digitais, os ambientes que se apresentam para as explorações e vivências dos adolescentes conectados tornaram-se mais complexos em termos sígnicos e informacionais. Imagens digitais multiplicam-se através das redes sociais e dispositivos móveis, com manipulações ou alterações que nos mostram o quanto os adolescentes têm se expressado com o intuito de projetar autoimagens e cenas cotidianas idealizadas. Nesse contexto, interessa-nos discutir o que chamamos de diluições fronteiriças entre real-imaginário-simbólico, quando se trata do universo digital e, sobretudo, das imagens postadas por jovens conectados nas redes sociais digitais. Para isso, dialogaremos com psicanalistas e mencionaremos casos e dados relevantes, já publicados por instituições e pesquisadores que têm investigado estas questões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s