Izabel Goudart

Presença, vínculos e redes: caminhos para inovação pedagógica

A educação formal encontra-se diante do desafio de encontrar caminhos de inovação pedagógica que possam incorporar as dinâmicas de aprendizagem de crianças e jovens conectados. Este trabalho parte de experiências realizadas em escolas públicas de educação básica no formato de laboratórios abertos, que procuram implementar metodologias experimentais nesse sentido. A maioria delas funciona como ocupações temporárias nas escolas explorando as possibilidades de “hackear” a educação ao propor ambientes de aprendizagem que articulam a presença, o desenvolvimento colaborativo de projetos e uma comunicação em rede. Propomos narrar a experiência do laboratório Objetos de Afeto e tramas da escola: tecendo redes e apresentar depoimentos de jovens (13-30 anos) que protagonizaram e participaram da experiência com a finalidade de rastrear os vínculos que teceram esta trama.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s