Atualizar é sobreviver

Por Anyzaura Vieira Voltolini

Anyatualizar_sociotramas01

Atual e ainda não ultrapassado, o Facebook vem conquistando diversas batalhas entre apps e redes sociais. Desde a sua criação, o Facebook atualiza-se constantemente. Entre novas ferramentas e diferentes formas de socialização na rede, Mark Zuckerberg tenta agradar e satisfazer os usuários de sua plataforma.

Muitos aplicativos para smarthphones e navegadores foram criados para facilitar ou trazer uma segunda opção aos internautas que testam diversas plataformas e transitam nas variações do Facebook. Mas, se pararmos para analisar, veremos que cada aplicativo ou interface foca, normalmente, em uma ou duas maneiras de comunicação. Seja o vídeo, a escrita, a voz ou a imagem, todo tipo de linguagem se complementa e, ao mesmo tempo, limita-se com as outras.

Como exemplo, o app Snapchat traz uma releitura do famoso e o preferido entre os brasileiros Whatsapp ou, até mesmo do Menssenger (chat do Facebook). Seus usuários podem fotografar ou filmar momentos e enviar os conteúdos para amigos que também utilizam o app. Além disso, mensagens escritas podem ser trocadas pelos usuários. O “Snap” – como é apelidado por seus usuários – difere do Whatsapp pela possibilidade de controlar o tempo de visualização do destinatário e por também proibir o download do conteúdo enviado. Também é possível adicionar uma pessoa que não esteja na sua agenda telefônica. Recentemente, o aplicativo adicionou a possibilidade de mandar ou receber dinheiro por meio de mensagens privadas. A ferramenta é chamada de Snapcash e o impressionante é a facilidade de interação com os valores. O lema do Snapchat – e de qualquer aplicativo – é atualizar-se sempre, estar na moda e não cair no esquecimento.

Mas, é claro, que sempre encontramos um jeito de ultrapassar esses limites. Por alguns prints, conteúdos pessoais são compartilhados sem a mínima dificuldade. Até mesmo a privacidade que é preservada pela funcionalidade do app e o seu diferencial não é firme o suficiente.

Anyatualizar_sociotramas02

Nosso comportamento, referente às maneiras de comunicação digital, só se multiplica, sendo complementado e definido pelas ferramentas disponíveis às quais nos adequamos ou identificamos melhor. Clay Shirky, no seu livro Cultura da participação, traz uma opinião interessante e se pararmos para pensar, veremos que outros hábitos frequentes se dissiparam à medida que as atualizações vão acontecendo: “Muitos de nossos comportamentos são como memorizar números de telefone, mantidos não por desejo, mas por alguma inconveniência, e logo desaparecem quando a conveniência acaba”. Adquirimos novos hábitos quando estamos ligados frequentemente a uma determinada tecnologia, depois os perdemos ou trocamos de acordo com a inovação que nos é oferecida.

Novos filtros no Instagram, novos ícones ou diagramação na timeline, janelas reformuladas no Skype. As atualizações têm algum sentido? Por que se atualiza um app após meses do seu surgimento?

Somos incrivelmente rápidos – usuários frequentes das redes sociais digitais – para adaptamos nossos hábitos comunicacionais aos novos aparelhos e interfaces. Por isso, é de se esperar uma crescente atualização. Afinal, sem novidade os apps ou endereços da Web serão descartados rapidamente da nossa rotina. A sobrevivência na rede depende da aceitação dos usuários, os quais procuram novidades e diferenciais a todo instante.

A interatividade presente na rede é um campo amplo e diversificado de possibilidades imprevisíveis, um sistema aberto que proporciona a oferta do compartilhamento e desenvolvimento sem fim do pensamento. É a prova, na contemporaneidade do virtual, de uma semiótica viva e latente nas manifestações digitais. Complexificadoras da sociabilidade, as novas ferramentas incrementam a interação, consequentemente transformando e aprofundando a sociabilidade.

Anúncios

Um comentário sobre “Atualizar é sobreviver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s